Notícias

Vacina contra Covid-19 começa mobilizar prefeituras de cidades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

Após a autorização de uso emergencial de vacinas contra a Covid-19 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Uberlândia, Uberaba, Ituiutaba e Patos de Minas se preparam para dar início à vacinação.

Diante disso, a TV Integração acompanhou a movimentação na manhã desta segunda-feira (18) para saber o planejamento e estratégia das prefeituras.

O governador Romeu Zema (Novo) anunciou que Minas Gerais deve receber 577 mil doses da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan. Segundo a Secretaria de Saúde, neste primeiro momento serão 561 mil doses.

No entanto, a imunização no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba não será iniciada no mesmo dia. Mas a expectativa é que as remessas dos municípios cheguem nas próximas 48 horas.

Apesar de ainda não saberem quantas doses vão receber, os quatro municípios do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba definiram os grupos de pessoas que serão priorizados na primeira etapa da vacinação, locais para aplicação e forma de cadastramento.

As Superintendências Regionais de Saúde também iniciaram a distribuição de seringas agulhadas enviadas pelo governo estadual.

Uberlândia

A Prefeitura anunciou o plano de vacinação na semana passada. O processo será feito a partir da divisão entre quatro grupos prioritários distintos, mas, na primeira etapa de vacinação, apenas profissionais que atuam na área da saúde e idosos serão imunizados.

No domingo (17), o Município iniciou o cadastramento da parcela da população que se encaixa nos pré-requisitos determinados. Em entrevista ao MG1, o secretário de Saúde de Uberlândia Gladstone Rodrigues reforçou a priorização dos grupos e explicou o início do processo.

Segundo ele, a primeira etapa será centralizada no Centro Municipal de Alto Rendimento, instalado no Uberlândia Tênis Clube (UTC). Para as etapas seguintes, a Prefeitura deverá utilizar os poliesportivos espalhados pela cidade que tem condições de receber o trabalho de vacinação.

“O primeiro grupo será o de profissionais da saúde. Vamos centralizar tudo em um lugar só e a partir do cadastramento, o agendamento será feito. O profissional irá até este local e será vacinado. Todas as medidas de segurança serão tomadas.”, disse Rodrigues.

Sobre o cadastramento, o gestor disse que pessoas que não tem acesso a internet devem realizar o cadastramento nas unidades de saúde da cidade. No entanto, é imprescindível a disponibilidade de um contato telefônico para que o agendamento seja informado.

“A pessoa deve procurar uma unidade de saúde e dizer que não tem acesso à internet e realiza o cadastramento. Precisamos do CPF das pessoas e preciso planejar a vacina nos domicílios. Para otimizar, eu preciso saber quantas pessoas moram na mesma rua para as vacinação em casos de impedimento de mobilidade”, pontuou o secretário.

Uberaba e região

Na cidade, o primeiro carregamento de seringas agulhadas para aplicação da vacina contra Covid-19 enviado pelo governo de Minas Gerais para a região sul do Triângulo Mineiro começou a ser distribuídas nesta segunda-feira.

As 111.750 unidades do insumo serão encaminhadas para 27 municípios da área de atuação da Superintendência Regional de Saúde em Uberaba.

A remessa está sendo distribuída pela coordenação de imunização da superintendência. Araxá, Frutal e Iturama já buscaram as seringas e a expectativa é que os demais municípios busquem os insumos.

De acordo com a superintendência, a distribuição dos equipamentos faz parte do plano de vacinação, mas até o momento, não há informação oficial de quando as doses da vacina vão chegar à Uberaba e região. Também não há confirmação para o início da aplicação do imunizante.

Quando ocorrer, a primeira etapa de vacinação vai priorizar grupos específicos como profissionais da saúde e idosos.

Ituiutaba

Por meio de nota, a secretária de Saúde, Sandra Barbosa, informou que já existe uma definição para executar o processo de vacinação ao longo da semana, mas não irá se pronunciar abertamente sobre o que será executado. Na tarde desta segunda-feira serão realizadas reuniões para definir a quantidade de vacinas que serão encaminhadas para Ituiutaba.

Na semana passada a prefeita Leandra Guedes (Avante) havia firmado interesse na aquisição de 100 mil vacinas com o Instituto Butantan, mas o acordo não será cumprido, pois todas as vacinas serão encaminhadas para o Ministério da Saúde.

Patos de Minas

A vacinação na cidade do Alto Paranaíba também seguirá os critérios de grupos prioritários, sendo profissionais da saúde e idosos moradores de asilos os primeiros a serem imunizados. O cadastramento para os demais grupos será aberto na próxima segunda-feira (25).

“A secretaria vai levar aos hospitais para que cada unidade faça a aplicação em seus funcionários. Em um segundo momento, realizaremos o cadastramento no website específico, a partir do dia 25 para os demais profissionais da área da saúde e os idosos”, explicou a secretária de Saúde Ana Carolina Magalhães.

A secretária também informou que a vacinação será feita nas unidades de saúde do município e por sistema drive-thru no Parque de Exposições. Neste último caso, quando ocorrer, não haverá a necessidade de cadastramento da população.

Depois de idosos asilados e trabalhadores da linha de frente, a ordem de imunização em Patos de Minas terá demais trabalhadores ativos da saúde e pessoas maiores de 60 anos.

Ainda na região, a Superintendência Regional de Saúde está distribuindo as 142 mil seringas enviadas pelo Estado. Nove dos 21 municípios já buscaram o insumo.

Por: MG1

Deixe seu comentário