Notícias

Operação ‘Tempo perdido’ que investiga fraudes no INSS cumpre mandados de busca e apreensão no Noroeste de Minas

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Lagamar e Vazante, no Noroeste de Minas, pela Operação “Tempo Perdido” da Polícia Federal (PF), ontem (21). A ação também ocorreu em Unaí (MG), em Tocantins e no Distrito Federal.

O objetivo da operação é desarticular uma associação criminosa suspeita de desviar recursos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Os policiais informaram que as evidências reunidas indicavam que as fraudes somaram prejuízo de mais de R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Ao todo, foram cumpridos dois mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão. Os policiais federais apreenderam celulares e documentos em duas residências em Lagamar e uma em Vazante, além de uma casa e um ponto comercial em Unaí.

A Polícia Federal ressaltou que, em razão da situação de pandemia do COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Por: G1 Triângulo e Alto Paranaíba

Deixe seu comentário