Notícias

Porta de brinquedo se abre no ar em parque de Sete Lagoas: veja o vídeo

Novo susto em um parque em Minas Gerais. No fim de semana, a porta de um dos brinquedos mais radicais se abriu, assustando os frequentadores. A prefeitura de Sete Lagoas, na Região Central do estado, e o Corpo de Bombeiros, interditaram a atração após o incidente no fim de semana e as atividades só foram liberadas novamente nesta terça-feira depois de uma vistoria. Por sua vez, o responsável pelo parte disse à reportagem que não houve interdição, o local funcionou normalmente nos últimos dias e não houve risco para os clientes.

O caso ocorreu no centro da cidade no brinquedo conhecido como “Kamikaze”, que coloca as pessoas de cabeça para baixo em poltronas. Imagens divulgadas nas redes sociais no domingo mostram o momento em que uma das portas, composta por grades abriu. Ninguém ficou ferido.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Sete Lagoas informou que o parque possui alvará de funcionamento e documentos atestando a segurança de todos os brinquedos. Assim, o funcionamento foi autorizado.

“Ante as denúncias que foram encaminhadas por meio de vídeos e ligações, o corpo técnico dessa secretaria, em conjunto com o Corpo de Bombeiros, se deslocou até o parque para realização da intervenção local”, informou a pasta. “Mediante notificação emitida pela fiscalização dessa Secretaria, foi requerida a emissão de novos laudos de segurança que atestem a qualidade de todos os brinquedos, bem como a garantia de sua segurança aos usuários”.

Bombeiros liberam parque 

Pouco depois do meio-dia de hoje, o Corpo de Bombeiros de Sete Lagoas divulgou uma nota detalhando as medidas que foram tomadas desde o incidente e confirmando que o estabelecimento voltou a ser liberado hoje.
Ontem, militares da corporação fiscalizaram o parque e verificaram que os documentos estavam em dia, entre eles o laudo de manutenção dos brinquedos. Mas, considerando a falha no Kamikaze e uma denúncia que envolveria também a montanha-russa, os dois brinquedos foram interditados.

Hoje, o engenheiro e responsável técnico do parque realizou testes e foi emitido um novo laudo e Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), sendo feita a desinterdição do parque. Veja na íntegra a nota do Corpo de Bombeiros de Sete Lagoas: 

“Nesta segunda (08) o Corpo de Bombeiros Militar foi acionado para fiscalização de um parque de diversões itinerante (Star Park) atualmente instalado no município de Sete Lagoas/MG. Em virtude da divulgação de um vídeo em algumas redes sociais, em que um dos brinquedos (kamikaze) teria aberto uma das suas portas de proteção, com o brinquedo ainda em movimento, acabou mobilizando os bombeiros para o local. 

Em virtude do acontecimento, ontem (segunda-feira 08/07) o Corpo de Bombeiros fez nova visita de fiscalização, verificou-se que o referido Parque possuía AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) válido e atendia demais exigências legais de segurança, dentre estas inclusive o Laudo de Manutenção dos brinquedos. Devido a falha ocorrida e outra denúncia que envolveria também a Montanha Russa do Parque, a equipe do Corpo de Bombeiros procedeu a INTERDIÇÃO dos dois brinquedos citados até que fosse apresentado novo Laudo e nova Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) atestando a segurança de utilização dos mesmos.

Foi então que nesta data (09/07) compareceu no local o Engenheiro e Responsável Técnico do Parque, que realizou os referidos testes, sendo sanadas os eventuais problemas técnicos e foi emitido NOVO LAUDO e ART dos brinquedos. Diante do exposto e da averiguação e apresentação da documentação técnica, foi procedida a DESINTERDIÇÃO e o Parque segue apto ao funcionamento. Destaco que o Parque funcionava com AVCB válido e atendia a todos os critérios de segurança contra incêndio e pânico previstas para o caso, como por exemplo extintores, sinalização e saídas de emergência, dentre outros.”

Outro lado

No início da tarde, em entrevista ao em.com.br, o responsável pelo parque, Célio Campos, negou que o estabelecimento ou os brinquedos tenham sido interditados. “O parque funcionou normalmente”, disse.
Segundo ele, o incidente ocorreu na noite de sábado. “A gente parou o brinquedo, fechou e rodou normalmente de novo. Não colocou ninguém em risco”, disse, completando que a porta do brinquedo se abriu por falha humana.
Campos confirmou as vistorias das autoridades. “Na segunda à tarde a prefeitura foi e pediu um novo laudo, que foi entregue hoje pela manhã e está tudo certo. O parque preza pela segurança e em nenhum momento colocou a segurança dos clientes em risco”, pontuou.
FONTE: Estado de Minas

Deixe seu comentário