Notícias

Médico e esposa são as vítimas de queda de avião; eles estavam a caminho de fazenda no Pantanal

O médico ginecologista Pedro Arnaldo C. M. dos Santos e a esposa Suzana M. P. dos Santos foram identificados como os mortos da queda de avião que aconteceu na manhã desta quarta-feira (15), nas proximidades do Aeroporto Santa Maria, região leste de Campo Grande. Conforme testemunhas, eles estavam a caminho de uma fazenda no Pantanal sul-mato-grossense.

“O médico saiu do hangar 206. Pelo que sei, ele possui 3 fazendas no Pantanal e estava decolando com a esposa para uma delas. O tempo estava em baixa camada, o que chamamos de pouca visibilidade. Ele então decolou, tentou voltar, fez duas voltas e caiu na terceira”, afirmou ao G1 um piloto que estava no aeroporto.

O delegado Jarley Inácio, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga está a caminho do local, bem como a delegada Ana Cláudia Medina. “Nós acionamos a perícia e a Deco [Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado], já que eles são especializadas na questão da aeronave e precisamos entender realmente o que ocorreu”, disse.

Entenda o caso

Seu Antônio é piloto, estava no hangar do aeroporto e viu o momento em que o avião decolou e pegou fogo ao bater na vegetação próxima. Foi ele quem chamou o Corpo de Bombeiros, os primeiros socorristas a chegarem no local do acidente.

“Eu percebi a hora que ele decolou e fiquei um pouco assustado porque a visibilidade era zero, zero, muito nevoeiro. Ele decolou, saiu do chão e começou a circular em baixa altura, deu umas cinco, seis voltas a baixa altura. E daí, por fim, deu uma acelerada, não sei se foi um disparo de hélice ou se ele [piloto] acelerou quando viu o mato, e já colidiu, levantando uma parede muito alta de fogo, disse Antônio.

O local em que a aeronave caiu é de vegetação fechada e de difícil acesso. O Corpo de Bombeiros seguiu em viatura até um determinado local e depois a pé. As primeiras informações ainda são de que o avião pegou fogo e ficou totalmente destruído.

Fonte: G1

Deixe seu comentário