Notícias

Jair Bolsonaro cancela viagem que faria a Nova Iorque

Presidente iria receber o prêmio de Pessoa do Ano. Informação foi dada pelo Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro decidiu cancelar uma viagem que faria a Nova Iorque, nos Estados Unidos, na próxima semana. Ele iria ser homenageado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos com o prêmio Pessoa do Ano.

A informação foi dada pela Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto nesta sexta-feira (3).

nicialmente a cerimônia iria acontecer no Museu Americano de História Natural, mas a instituição desistiu de realizar o evento após críticas. Entre os que reclamaram estava o prefeito da cidade, Bill de Blasio, que chamou Bolsonaro de racista.

Outra polêmica cercando a premiação envolveu os apoiadores. No início desta semana, a companhia aérea Delta, a consultoria Bain & Company e o jornal Financial Times decidiram retirar o apoio ao evento.

O anúncio da homenagem foi divulgado no jornal Financial Times no dia 8 de abril e estava marcado para o dia 14 de maio. Seria o 49º prêmio entregue pela Câmara, que conta com o apoio de diversas instituições financeiras, como a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o Bradesco, o BTG Pactual, o Itaú BBA e o Safra.

Veja a íntegra da nota:

O Presidente da República agradece a homenagem proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, ao escolhê-lo “Personalidade do Ano de 2019”.

Entretanto, em face da resistência e dos ataques deliberados do Prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade.

Em função disso, e consultados vários setores do governo, o Presidente Bolsonaro decidiu pelo cancelamento da ida a essa cerimônia e da agenda prevista para Miami.

FONTE: PLENO NEWS

Deixe seu comentário